Mensagem dos Presidentes

Prezados congressistas

Em maio de 2018 realizaremos o 1° Congresso Sul-americano, 2º Congresso Brasileiro e 3º Congresso Paulista de Urgências e Emergências Pediátricas.

O evento não atende somente a profissionais que atuam na área de emergência, mas também em unidades básicas de saúde, consultórios e ambulatórios pediátricos ou não. Trata-se de um congresso de pediatria geral que abraça todas as suas subespecialidades pediátricas, com foco no paciente gravemente enfermo.

Graças aos esforços das presidências e diretorias da SPSP, SBP e SLEPE, o congresso será Sul-americano e por isso enriquecido pela experiência de médicos de outros países.

Devido à constante preocupação e competência dos profissionais dos departamentos da emergência das duas sociedades de pediatria do Brasil e da SLEPE, o programa prevê atualização de tópicos fundamentais e a inclusão de novos temas, ainda não abordados nos congressos anteriores. Ofereceremos também quatorze cursos pré-congresso teóricos e práticos.

Haverá muitas novidades na programação.

  • O programa, minuciosamente revisado, foi ampliado e contemplará cinco atividades simultâneas tentando abranger, ao máximo, os temas de grande relevância na emergência pediátrica.
  • As mesas redondas tratarão de temas de importância única, por vezes divididos em subtemas mais específicos, quando demandar aprofundamento das discussões.
  • Foi criado o “big round” onde discutiremos temas de emergência nas diferentes especialidades pediátricas. Serão palestras completas, com maior duração, sobre tópicos diferentes da mesma especialidade.
  • Tivemos a preocupação de garantir um tempo mais longo para o esclarecimento das dúvidas da plateia e permitindo a troca de informações e experiências entre plateia e palestrantes.
  • Os temas livres aprovados para apresentação oral serão apresentados no corpo do congresso. A intenção da organização do congresso é incentivar e valorizar a produção científica em emergência pediátrica no Brasil e na América do Sul.

Enfim, tentamos criar um evento completo com bastante interação com os congressistas e palestrantes e esperamos que seja bastante útil e agradável a todos.

Até lá.

Hany Simon Junior
Presidente do Congresso

 
 
 

Caros pediatras

A Emergência Pediátrica é uma modalidade de treinamento e especialização amplamente reconhecida em países da Europa e nos Estados Unidos desde a década de 70. No Brasil, os programas de Residência Médica em Urgências e Emergências contam com vários anos de treinamento em serviço e um consistente e abrangente curso teórico, com o objetivo de qualificar este profissional como pediatra emergencista.

Incorporando estratégias adotadas no atendimento pré-hospitalar com o atendimento em unidade de terapia intensiva, trouxe um benefício a todo o sistema, tanto na qualidade do ato médico como na diminuição de custos, assim como inestimável valor na preservação da vida das crianças e prevenção de sequelas. Traz embutida uma hierarquização obrigatória, com níveis crescentes de complexidade.

O pediatra emergencista deve ser treinado em várias áreas da Emergência (Ortopedia, Anestesia, Tratamento intensivo, Cirurgia, Toxicologia, Neurologia, Otorrinolaringologia e outras). Deve ser preparado para ser o advogado da criança em situações de risco e o psicólogo da criança e de seus familiares.

A Sociedade de Pediatria de São Paulo reconheceu em 1999 a importância desta área, criando o Departamento de Emergências. Foi um marco na valorização dos pediatras que atuam na área. Dez anos depois, a Sociedade Brasileira de Pediatria também criou o Departamento de Emergências e Cuidados Hospitalares. Em 2016, foi criada Sociedade Latino Americana de Emergências Pediátricas.

Para complementar a importância da especialidade, em 2016, “Emergência Pediátrica foi reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina como área de atuação.

Cabe a nós garantir a valorização do emergencista pediátrico.

O congresso para o qual convido todos a participar será um novo marco na atualização de conhecimentos, de técnicas e procedimentos, sempre baseados em evidências, que permitam o melhor atendimento da criança em situações de emergências.

A presença dos pediatras reverterá na busca das melhores práticas em atendimento à criança em situação de risco.
Até breve!

Sulim Abramovici
Presidente de honra do Congresso

 
 
 

É uma verdadeira honra para quem lhes escreve, como atual Presidente da nobre Sociedade Latino-americana de Emergências Pediátricas (SLEPE), fundada em Montevideo em 2016, dar as boas-vindas a todos os participantes deste tão importante evento.

Receba, além das autoridades da mesma, o mais sincero agradecimento de toda a Comissão Diretiva da SLEPE pelo convite recebido para estar presente com um importante papel.

Com certeza todos poderemos enriquecer nosso conhecimento dos temas desta especialidade além de estabelecer fortes laços com os pediatras emergencistas latino-americanos.

O êxito vai acompanhar este Congresso e vai estimular a todos para permanecer com os esforços coletivos com o objetivo primordial de melhorar a atenção em urgências das crianças latino-americanas.

Osvaldo Bello
Presidente da Sociedade Latino-americana de Emergências Pediátricas

 
 
 

Caros Colegas

O Congresso Brasileiro de Emergência em Pediatria que está sendo construído com muita dedicação e cuidado trará para todos vocês um programa atualizado nesta área tão importante da Pediatria. Os emergencistas e pediatras gerais devem trabalhar em estreita colaboração, sempre com o objetivo maior de assistir bem as crianças e adolescentes.

A Sociedade Brasileira de Pediatria se sente honrada em convidá-los para mais este congresso que será um sucesso, além de enfatizar os encantos que São Paulo tem para receber a todos e onde o congraçamento entre os colegas deve ser ímpar!

Bom Congresso!

Luciana Rodrigues Silva
Presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria

 
 
 

Prezados colegas,

É com muito orgulho e satisfação que apresentamos o 1° Congresso Sul-americano, 2º Congresso Brasileiro e 3º Congresso Paulista de Urgências e Emergências Pediátricas que ocorrerá em Maio do próximo ano, na cidade de São Paulo.

A alegria de sediarmos, mais uma vez, o Congresso de Urgências e Emergências Pediátricas só é suplantada pela ansiedade de vermos logo o evento acontecer, com o mesmo brilhantismo de suas edições anteriores.

Para atingirmos o sucesso que já foi alcançado nos dois primeiros congressos, contamos com as efetivas parcerias da Sociedade Brasileira de Pediatria e da Sociedad Latinoamericana de Emergências Pediátricas (SLEPE).

A SBP permitiu, na edição anterior do Congresso de Emergências, que ultrapassássemos os limites regionais, proporcionando a participação de pediatras de todo nosso país, tanto em seu corpo discente, como em seu corpo docente, o que muito enriqueceu aquela jornada. Não será diferente neste próximo congresso: as contribuições virão de diversas regiões do Brasil, por meio de destacados pediatras que militam na área de emergências, na apresentação de temas e na discussão dos assuntos abordados.

Em 2018, graças aos esforços conjuntos da SPSP e da SBP, em especial, dos presidentes deste congresso, Dr. Hany Simon Junior e Dr. Sulim Abramovici, ocorrerá o 1º Congresso Sul-americano de Emergências Pediátricas o que abrilhantará, ainda mais, o nosso encontro, possibilitando que ultrapassemos, também, as barreiras de nosso país, com a participação de colegas de diversos países da América do Sul.
Para que superemos os dois congressos anteriores, contamos com a sua participação e apoio. Sejam bem-vindos ao 1° Congresso Sul-americano, 2º Congresso Brasileiro e 3º Congresso Paulista de Urgências e Emergências Pediátricas.

Um grande abraço,

Claudio Barsanti
Presidente da Sociedade de Pediatria de São Paulo